sexta-feira, 25 de julho de 2008

O Perdão


"O perdão é o esquecimento completo e absoluto das ofensas, vem do coração é sincero, generoso e não fere o amor próprio do ofensor. Não impõe condições humilhantes tampouco é motivado por orgulho ou ostentação. O verdadeiro perdão se reconhece pelos atos e não pelas palavras."




Se disse que te perdôo, então creias, eu te perdôo. E esqueço, não o que fizeste, mas o sentimento de tristeza, o rancor, a mágoa... Isso tudo esvai-se por não ter mais razão de permanecer.


Se és sincero e me diz "me perdoa", eu perdôo. Porque no momento que te liberto da sua falta, eu me liberto do peso que ela me acarreta. O que te traz sofrimento não me traz qualquer regozijo, o sofrimento só gera mais sofrimento, então é natural que eu queria te libertar do teu. Então creias, eu perdôo.


Mesmo que faltes com a tua palavra e me decepciones, se ainda assim me pedes perdão com humildade e arrependimento, já não existe porque guardar rancor, eu te perdôo. E esqueça então dos momentos de tristeza, esqueça do que aconteceu, do que passou. O perdão não deixa cicatriz, pelo contrário; é como uma borracha que vem apagando as marcas daquilo que a vida nos fez tomar de sorte errada. Esquece! Lembrar não te fará bem. Se te perdôo, pois esquece.

Não se diz a alguém "eu te perdôo" se não existe a intenção do perdão, porque seria crueldade e mentira. Então se digo que perdôo é porque não existe ferida aberta, não existe má lembrança e por mais que os atos possam ainda refletir na minha vida, não existe mais a mágoa. Fique em paz, que em paz eu também estou.

Pode ser que nunca se esqueça a falta cometida; pode ser que sempre exista consequências; pode ser que a vida mude a partir de então e nada mais volte a ser o que era antes; pode ser... E ainda assim, se fores sincero, humilde e de coração aberto pedires o perdão, então eu te perdôo. E não julgo os teus motivos, e não julgo tuas atitudes, porque sei que no momento do arrependimento me amas como ainda não havia compreendido.
------

Imagem: the return of the prodigal son - rembrandt

31 comentários:

home mortgage disse...

Oh my.. this is the best blog.


home mortgage

Susanna Martins disse...

Perdão, paciência...
Não sei nem o que dizer, sabia?!!
O perdão é tão complicado, não sei mesmo... pra perdoar tem que esquecer!! Quem sabe perdoar de verdade tem um coração e tantoo!!!!
BEijooooooos, Loren e tenha um dia lindooo!!!

DrummerChick disse...

Mulher, o que é isso agora? Tratado das virtudes? ^^

Perdão é complicado... a gente demora muito pra entender que perdoar é importante PRO OFENDIDO, muito mais que pro ofensor.

Ei, o podcast tá online jah!

DrummerChick disse...

Ei, cada vez que o Nego l~e um comment seu ele me pergunta se não sou eu escrevendo de madrugada! Vê se pode?

Leandro Neres disse...

Forte demais...

Ju Pietra disse...

Perdoar é complicado mesmo. Mas traz uma paz danada...
Me perdoa por não ter vindo antes??

beijo
Ju

NANDO DAMÁZIO disse...

Que lindo, Lô, falou com o coração ..

Não sei se foi mera inspiração ou se você quis tocar alguém específico, mas é um belo exemplo da essência do perdão !!

Beijão !! =D

NANDO DAMÁZIO disse...

Haha, agora que percebi meu comentário todo rimadinho aí !!

Germano Xavier disse...

Ainda sou daqueles que acredita que o perdão é um tipo de amor, uma modalidade.

Bom texto, Lorena.
Forte abraço.
Germano

Lorena disse...

Su: Saber perdoar é simplesmente amar, Su. Sei lá, é complicado esse sentido do Amor... Talvez um dia eu fale sobre ele.

Drummer: eu acho que discordo der você... =P
A meu ver, o perdão é importante tanto pro ofendido quanto para o ofensor, mas pode ser relamente mais importante para o ofensor. Porque tira o peso da consciência, que pode ser enorme e inquietante... Sei lá.

Vou lá ouvir teu podcast, cabrita! E diz a teu marido que nós temos transmimento de pensação, por isso a semelhança. =P

Leo: =)
Toma um abraço...

Ju Pietra: Opa! Que bom te ver por aqui e não precisa pedir perdão por nada! \o/ Vou retribuir a visita.

Nando: Ah, sim, esse texto tem destino certo, mas não é ninguém que anda por aqui... E seu texto rimado ficou lindo.^^

Germano: concordo plenamente contigo, poeta. =)

Du disse...

Lorena, ficou PERFEITO!
Além de perfeito, visualizei minhas palavras nas suas (mais uma vez) e se me permitir, vou colar um trecho no meu post de estréia, provavelmente na segunda.
Obrigada pela força, obrigada pelo carinho!

Beijos, linda!

Lorena disse...

Du, não precisa nem pedir, fico honrada só de vc ter cogitado citar meu texto. E já que foi de certa forma inspirado em sua história, claro que vc tem todo direito de tirar seu pedacinho!^^

beijos!

NANDO DAMÁZIO disse...

Passando de novo porque deu vontade de dizer que TE ADORO e agradecer a visitinha no Sofá !! \o/

Beijooooo !!

Ju Pietra disse...

Bom, agora é minha vez de agradecer a visita lá em casa... Dormir em cima do teclado é uma experiência única, Lo... O ruim é limpar a baba depois...

:D
To te linkando hein?
beijo

Agda Gabriel disse...

Com o perdão vem a paz. Perdoar é um ato de generosidade, humildade e compreensão com a condição humana. Viveremos perdoando e pedindo perdão...ao menos até que nos tornemos santos.
Lindo texto Lorena, lindo mesmo.
Beijos

Leandro Neres disse...

Uia! Obrigado pelo abraço Loli :)
Toma um beijo! =p

Francine Esqueda disse...

Olá! Vim em busca das novidades...
Como é bom passar por aqui! Adoro tudo que leio aqui...
Amiga... acho que não sei perdoar alguém específico!??? O Que faço!?
Aproveito para desejar uma semana mais que maravilhosa!!!
Abraços apertados,
FRAN.

Susanna Martins disse...

kd vc???
Beijiiinhoo!!

NANDO DAMÁZIO disse...

=)

Du disse...

Voltei!!!! \o/

Beijão

http://moca-do-sonho.blogspot.com/

DrummerChick disse...

VAMOS PEDIR O SONGBOOK VIA NET!!!!

Adriano Caroso disse...

Que belo Lorena! Que lindo! Espero então que me perdoe por ter estado tão afastado e vou continuar mais um pouco assim, mas, acredite, vou voltar e não esqueci de ninguém, por isso te peço perdão com toda a força do meu coração!

Todas as segundas faço evangelho em casa e a leitura é aleatória. Lemos a página que abrimos ao acaso. Não sei porque motivo, nas últimas semanas, todos os textos abordaram o perdão. Vou ler o seu texto na próxima segunda. Ele é perfeito!
Beijos!

Polêmica disse...

De uns tempos pra cá tenho escutado muita gente dizer que não devemos perdoar ninguém pois, quem perdoa é Deus. Eu não gosto dessa afirmação que citei pois, Deus quer que nós aprendamos a perdoar sim. Achei lindo tudo o que você falou sobre perdão, as pessoas estão se esquecendo que o perdão é uma atitude louvável!!!
Beijos!

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Lorena, não nos conhecemos, mas eu conheço muito bem a Du e a história.
Podes ter certeza: tuas palavras não poderiam ter sido mais bem escritas. É emocionante lê-las assim no teu blog. Fiquei verdadeiramente impressionado com a maestria que demonstraste na lide das letras. Meus sinceros parabéns! Quanto ao perdão, há momentos em que as reações de quem sofre uma ofensa acabam se tornando elas mesmas também ofensas , ou contra-ofensas. O resultado é que se cria uma situação em que se confundem o algoz e a vítima. Só existe um encanto que pode desatar este emaranhado interminável de dor, rancor e lástima: é a mágica do perdão sincero. De preferência, o perdão mútuo. Acredito que seja exatamente sobre isto que tu, magistralmente falas em teu texto. Agora, cá entre nós, existe algum ser humano na face da terra que, não tendo uma pedra no lugar do coração, seria capaz de negar o perdão a uma criatura tão doce e maravilhosa quanto a doce Du?

Muito sucesso no teu blog!

Urbano

Francine Esqueda disse...

VOLTEI para te pedir uma coisa... Estou aqui sem vergonha na cara para pedir ao meu PESSOAL QUERIDO DO CORAÇÃO me fazerem um super favor? Juro que não custa Nadica de nada!
É que eu e um dos meus gatinhos estamos participando de uma poromção: Temos menos de 24 hora para acelerar as votações no blog da Gata LILI!
A enquete ficará disponível até 31 de julho. Façam campanha para o meu gatinho NETO.(O vencedor leva desta vez Um Kit Férias personalizado!)

É SÓ UM VOTO!!!
Para votar acesse
www.lili-gata.blogspot.com.
A enquete está ao lado esquerdo, e cada pessoa só pode votar uma única vez.
NETO, NETO, NETO!!!!!

OBRIGADA!!!!

Lambeijokas,
Eu e Neto

Susanna Martins disse...

Saudadeees

DrummerChick disse...

Já pedimos o songbook via net!

Denis Barbosa Cacique disse...

Olá, Lorena!

Estou te linkando pelo comentário que vc fez ao meu texto na Turma do Amigão (já faz um tempinho!!).

Muito interessante seu texto sobre o perdão. Tem gente que diz perdoar, mas vive lembrando a falha que afirmou ter perdoado. É um perdão meio contradítório, né!?

Abraços

Denis

DrummerChick disse...

Lólis, num tem a MENOR necessidade de "superar" nada! Eu é que penei pra conseguir escrever alguma coisa à altura da versão tupiniquim de Amelie que você é! Você é linda, doce, meiga, inteligente, amiga e tudo mais que existe de melhor e não precisa provar nada pra ninguém...

... MUITO MENOS PRA MIM! ^^

Um abraço virtual pra você também!
*hug*

Nati disse...

Lorena, você me deixou sem palavras. Esse texto é lindo, lindo. Tão lindo quanto o verdadeiro perdão, aquele difícil pra caramba, mas dado de coração aberto.
Me deu vontade de roubar ele pra mim. Me apaixonei por esse texto.

Éverton Vidal disse...

Lindo texto Lorena... Fiquei a pensar.