quinta-feira, 22 de maio de 2008

Eu desejo que desejes

"Eu desejo que desejes ser feliz de um modo possível e rápido,
desejo que desejes uma via expressa rumo a realizações não utópicas,
mas viáveis, que desejes coisas simples como um suco gelado
depois de correr ou um abraço ao chegar em casa,
desejo que desejes com discernimento e com alvos bem mirados.

Mas desejo também que desejes com audácia,
que desejes uns sonhos descabidos
e que ao sabê-los impossíveis não os leve em grande consideração,
mas os mantenha acesos, livres de frustração,
desejes com fantasia e atrevimento,
estando alerta para as casualidades e os milagres,
para o imponderável da vida, onde os desejos secretos são atendidos.

Desejo que desejes trabalhar melhor, que desejes amar com menos amarras,
que desejes parar de fumar, que desejes viajar para bem longe
e desejes voltar para teu canto, desejo que desejes crescer
e que desejes o choro e o silêncio, através deles somos puxados pra dentro,
eu desejo que desejes ter a coragem de se enxergar mais nitidamente.

Mas desejo também que desejes uma alegria incontida,
que desejes mais amigos, e nem precisam ser melhores amigos,
basta que sejam bons parceiros de esporte e de mesas de bar,
que desejes o bar tanto quanto a igreja,
mas que o desejo pelo encontro seja sincero,
que desejes escutar as histórias dos outros,
que desejes acreditar nelas e desacreditar também,
faz parte este ir-e-vir de certezas e incertezas,
que desejes não ter tantos desejos concretos,
que o desejo maior seja a convivência pacífica
com outros que desejam outras coisas.

Desejo que desejes alguma mudança,
uma mudança que seja necessária e que ela não te pese na alma,
mudanças são temidas, mas não há outro combustível para essa travessia.
Desejo que desejes um ano inteiro de muitos meses bem fechados,
que nada fique por fazer, e desejo, principalmente,
que desejes desejar, que te permitas desejar,
pois o desejo é vigoroso e gratuito, o desejo é inocente,
não reprima teus pedidos ocultos, desejo que desejes vitórias,
romances, diagnósticos favoráveis, mais dinheiro e sentimentos vários,
mas desejo, antes de tudo, que desejes, simplesmente."


Martha Medeiros

-------

Para todos aqueles que não se sentem mais motivados a desejar nada; que por qualquer motivo desistiram de querer algo que não seja o imediatamente possível; para aqueles que acham que não pode existir um amanhã diferente e mais esperançoso que o hoje; eu lhes desejo um ótimo feriado e fim-de-semana. =)

7 comentários:

FRANCINE ESQUEDA disse...

Adorei o texto!
Bom dia... bom fim de semana!

Jhoy disse...

Adorei Loli!
Acho que desejar algo (por mais "insignificante" que seja), é uma forma de manter o gosto pela vida. Esperanças, sabe?

Abracinho! rss
;**

Leandro Neres disse...

Mas desejo também que desejes com audácia,
que desejes uns sonhos descabidos
e que ao sabê-los impossíveis não os leve em grande consideração,
mas os mantenha acesos, livres de frustração,
desejes com fantasia e atrevimento,
estando alerta para as casualidades e os milagres,
para o imponderável da vida, onde os desejos secretos são atendidos.

Esta estrofe me chamou atenção de maneira especial... Que texto belissimo! Melhor eu nem comentar mais nada =p

Amigao disse...

E para aqueles que pararam de desejar eu desejo que desejem.
Lindo post.
Beijão do amigão!

tiago.augusto disse...

vou concordar com o Leandro ali em cima... adorei essa parte:

"que desejes uns sonhos descabidos
e que ao sabê-los impossíveis não os leve em grande consideração,
mas os mantenha acesos, livres de frustração"

me lembrou uma do Quintana:
"Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!"

té! o/
baccio.

Leandro Neres disse...

Puxa Tiago, esta citação de Quintana é uma das mais fortes que conheço... Sou fã incondicional deste genial poeta gaúcho =)

Éverton Vidal disse...

Também gostei demais! Caramba Lrena cada postagem sua valeria uma caneca rs. Acho que a coisa que mais desejo é ser simples, acho que vou postar um poema que escrevi sobre isso.

Bj Lorena. Inté!