domingo, 23 de novembro de 2008

Eu quero a minha mãe!!

Eu estou aqui desde o dia 17 de Janeiro. Tive uma semana de férias no meio do ano e mais três dias de folga em Agosto e só saio de férias novamente lá pelo dia 12 de Dezembro... Contabilizando, isso dá 318 dias passados em Viçosa, estudando, trabalhando, ralando, sofrendo, aos trancos e barrancos vivendo.

Eu estou exausta. Eu estou triste. Eu preciso de férias. Eu preciso de colo.

Eu quero a minha mãe!!


Me sinto novamente desse tamaninho, onde qualquer choro, por mais bobo que fosse, era logo curado com um carinho e um abraço. Hoje nem chorar perto dela eu choro mais... E só Deus sabe como eu ando precisando.

21 comentários:

Lorena disse...

Ah, mamãe, "Debaixo dos Caracóis..." é a sua cara, começou a tocar agora... =´(

Letícia disse...

Fica assim não, Lori. Os dias passam voando e logo você fica feliz e contente. Temos fé e isso é o bastante.

Just keep the faith.

Beijos.

Jaque Lima disse...

ás vezes peço um carinho pra minha mãe. crescer tem lá seus devaneios. e suas lamúrias. sinto falta de meu pai também. que me fazia ter coragem de apagar a luz. e dormir no escuro. essa manha que conservo em mim até hoje. são só eles que me curam. de todas as dores. físicas e mentais.

Beijos.
ótimo lembrar de quem mais importa!

Su disse...

Ei, Lolli!!
Eu nem vou pedir para você não chorar, nem ficar triste porque eu sei como é que vc está sentindo... Ah, como sei!!! Colinho, abraço, olhar, amor de mãe é tudo.
Podemos está cercados de amigos, irmã, tios, tias.. mas MÃE, é MÃE!! Não adianta...
O que eu posso dizer pra ti?!
Apenas sinta, olhe fotografias, sinta o perfume e a presença dela perto de vc.. Mentalize!!!

Beijãoo, FLor!!
Fique bem!!!!

Camila disse...

Ain... Quero te dar de volta aquele abraço que você de deu! Ainda deixo meu ombro com você pra você chorar nele. Quem sabe a gente chora juntas e escreve um texto sobre nossas lágrimas a se misturarem, ou quem sabe a gente só divide dores, o que já daria um saldo mais que positivo, ou escreve sobre dores também, ou sobre amizades, ou sobre nosso circo e sobre eu ser sua bailarina e você ter mágica no olhar, e a gente tira sorrisos da cartola, aí a gente já se esqueceu de chorar e riu e muito!

Fica bem ,tá?
Estou aqui, mas aqui é bem aí, viu?

Adoro você, Lores!
Beijinhos!!!

Lorena disse...

Obrigada pessoas lindas.
Eu vou ficar bem, isso é cansaço (muito), frustrações (outro muito), saudades (enormes), e melancolia pura... Mas vai passar. Ainda mais com tanto carinho. =)

beijos e obrigada!

Marilza disse...

Ai que aperto no coração...
Fica triste não, segura minha mão como quando vc era pequenina e pedia: - mão mamã...mesmo que seja em pensamento...
Ta tocando a mesma música...e eu te amo muito...to longe mas, sinta meu beijo, minha mão enxugando suas lágrimas, meu carinho e te pegando no colo... pronto já passou!
To sempre ao seu lado...hj fui a missa e falei pra Nossa Senhora cuidar de vc.
A gente se encontra dia 06, parece tão longe, mas já vai chegar.
Te amo...

Lorena disse...

Ter mãe que lê o blog é fogo... =)
Estou no museu, nem podia chorar aqui, chegou gente bem na hora em que eu lia essa mensagem e me pegaram com os olhos cheios de lágrimas...

Eu sei, vai chegar logo... Falta duas semanas só, a gente vai se ver, eu sei... Também te amo, mãe.

Du disse...

Lô, eu também fiquei com o coração apertadinho de ler isto e quase chorei...mas sabe? Tô cansada até de chorar.
Não fica triste não.
Sabe o que eu mais queria e mais precisava agora? Do abraço de uma mãe, qualquer mãe, só que eu não posso nem esperar por isso porque esse abraço nunca existiu, entende?

Pensa o seguinte, daqui a pouco você estará perto dela e vão se abraçar muito e abafar as saudades todas. Teu coração vai ficar aliviado de tanto amor e toda a tristeza e o cansaço irão se dissipar como num passe de mágica. Falta pouco. Força aí, lindinha!

Beijão

Du disse...

Ah, esqueci de agradecer tuas palavras lá em casa, foram muito importantes, tá? Obrigada pelo carinho e atenção comigo. Parece que estamos em caquinhos, heim? Pronto, pega na minha mão também, vamos fazer uma oração em pensamento e toda essa dor vai passar. Vamos dar aquele sorrisão depois disso e olhar o dia com os olhos da esperança!

Mais beijos!

Lorena disse...

Du, eu não sou mãe ainda... Mas queria te abraçar porque eu sei que você também precisa. E, sabe, abraço de mãe é igual ao abraço da pessoa em quem mais confiamos, seja ela quem for... E eu sei que vc vai receber um abração das pessoas que te amam e te querem bem.

É, Du... caquinhos... Mas nós sempre conseguimos juntar todos eles e colar de novo, né? Eu sei disso.
=)

beijos!

Du disse...

Eu senti o teu abraço Lô! \o/
Espero que você também tenha sentido o meu! :)

Beijão

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Oi, Amélie!

Só o que posso fazer é te oferecer um abraço de urso. Cura qualquer melancolia.

Beijão (e um abraço de urso)!

Sensata Paranóia

Nina Roberta disse...

É Lora, graças a Deus ainda não sei o que é ficar longe dos pais.. Sou tão pouco sem eles.
Beeijo.

Amigao disse...

ô judieira....

Calma que passa logo.

Beijão e uma ótima e rápida semana!

' Sofih! disse...

Quando estou longe da minha mãe eu morro de saudade! Nossa, ela faz falta(até as implicâncias crônicas!).

Bjsssss

Helena disse...

ai, lorena, não tem coisa igual a colo de mãe mesmo!

parece que a gente cabe nela direitinho porque ela que preparou a gente, né? ela sabe o formato que se 'encaixa' na gente...

bom demais, meu deus.

mas não fica triste não, hein?
que quando passa essa bagunça-correria de faculdade, a gente fica é com saudade: do ruim e do bom.

um bjão!
e obrigada por suas palavras lá no meu cantinho! ;]

Éverton Vidal disse...

Nossa. Eu estou longe da minha desde fevereiro, você está há mais tempo, mas só vou ver a minha em Janeiro =(.

Chato né?

Ô saudade da peste!

Fique bem amiga, logo logo vc vai vê-la né.

Lorena disse...

Morar longe é uma droguinha, né? =/

Mas temos fé e força, e confiança de que é para o nosso melhor, assim seja, amém.

Anônimo disse...

Eita que fiquei comovido atrasado =p
Agora acho q essa fase já passou!
Fica bem!
Leandro

Nati disse...

Lore, chorei com o comentário da sua mãe. Hoje já é dia 2, tá chegando o dia, né?

Agora vou correr ali e dar um abração na minha mãe enquanto ela ainda tá aqui pertinho de mim.

Um beijo pra você!