domingo, 29 de março de 2009

Eu não sou uma sonhadora...

... só devaneio para alcançar a realidade.

Como cada doido do mundo, eu também tenho a minha mania: deito mais cedo toda a noite, porque só consigo pegar no sono depois de sonhar acordada. Eu preciso de pelo menos quinze minutos antes de adormecer, pelo menos quinze mas pode chegar a bem mais que isso. O tempo em que invento minhas histórias e vivo tudo aqui na minha mente. É um velho hábito que eu achei que fosse perder quando "crescesse", e até hoje ele não deu sinais de desaparecimento. No início, quando percebi que o hábito não sumia, eu me senti mal, envergonhada, achando que não era coisa de adulto e que eu nunca deixaria minha adolescência de lado com essa mania. Então tentava de todo o jeito fazer "coisas de adulta" antes de dormir: eu tentava planejar. Planejar o que fazer no outro dia, o que fazer com meu dinheiro, o que fazer com as minhas dívidas, com as provas e trabalhos, com o meu trabalho, o que fazer? E percebi que eu simplesmente não nasci para planejar. Eu sou a rainha do improviso e, creiam, isso não é uma qualidade. Eu tanto não conseguia colocar meus planos em prática como passei a ter insônia, porque a ansiedade do planejamento não me deixava dormir. E o pior: eu sentia falta das minhas "histórias de ninar", o que só comprovava o meu fracasso de pessoa adulta.

Para me livrar da culpa (exagerada, porque sou a rainha do drama), comecei a encarar esses sonhos por outra ótica. Pra começar, passei a diferenciar sonho de fantasia; o sonho seria algo projetado para acontecer, mesmo que nunca acontecesse. Ou seja, seriam os meus desejos e anseios, a isso comecei a chamar de sonho. E não era isso, não eram esses desejos que eu usava (ainda uso) para embalar o meu sono. Não. A matéria da minha imaginação são as fantasias, e me permito tudo. Até o que nunca vai acontecer, por motivos óbvios como a inexistência de um objeto, pessoa, lugar, tempo... Enfim, minhas fantasias são absurdas o suficiente para me fazerem pegar no sono como os mais tradicionais contos de fada. Aliás, acho que por isso eu fantasio, porque nunca fui de ouvir histórias pra dormir, então sempre criei as minhas próprias.

Bom, confessando que eu não perdi esse meu velho hábito descobri que eu não sou a única a usar dessa tática. E, pelo que eu vejo, não existe nada de anormal ou absurdo em liberar os devaneios, há até quem diga que fazem parte do nosso próprio crescimento pessoal. Ou seja, o sonho nada mais é do que o caminho para o mundo real. Ótimo. Agora isso tudo faz sentido.




Boa semana! =)

16 comentários:

Su disse...

E pode ter certeza que não és a única a usar dessa tática infalível! (rs)... Talvez eu fantasio assim, porque quando eu era criança sempre ouvia histórias para dormir, e quando a mamãe estava cansada, meu irmão vinha até meu quarto e contava histórias para mim, a gente sempre complementava a história do outro, era uma delícia!!! Nossa, fiquei até com saudade desse tempo!!! (suspiros)

Mais que é gostoso sonhar e ir além da nossa imaginação, ah isso é!!! =)

Beijos, Lolli!!
Boa semaninha para vc!!

Carlinha Abreu disse...

Eu também faço isso, toda noite!! Às vezes, passo um pouco do limite, mas minha imaginação é assim mesmo. Não tem problema nenhum, né?! E mesmo que seja coisa de criança, isso só prova o quanto algumas pessoas (nós, por exemplo) nuncam se tornam 100% adultas. Como diz Exupéry, as pessoas grandes são bizarras. E ser apenas uma pessoa "grande" deve ser muito ruim.

Beijos!!!
Uma semana maravilhosa e cheia de sonhos!

Líviarbítrio. disse...

Realmente, você não é a única.
Escrevi essa frase da Clarice na parede do meu quarto, no sábado.

Devaneio muito, direto, onde quer que eu esteja.

É tão bom.
Descobrimos tantas coisas, ;)

Beijos, Lore.

Bruna disse...

Clarice, única em todos os momentos.
Lorena,seu blog é um espaço mágico.
Dá uma sensação de casa de avó em tarde de Sol, onde tudo tem o silêncio da felicidade. Estou acompanhando, certo?
Muita paz nesta semana :*

DrummerChick disse...

Mais um post da série "usando o blog como ambiente psicoterapêutico para auto-organização"! ^^

Daydreaming rulez!

Xero, fowfa!

On The Rocks disse...

adoro quando acordo e ainda estou sonhando... fico ali por uns instantes curtindo meus devaneios...

vou linkar seu blog no on he rocks.

bj

Cris Siqueira disse...

oi lorena!!
obrigada pela visita tb!
eu tb procuro sonhar e fantasiar!!
bjs e ótima semana!!!

Du disse...

Eu sempre precisei de um tempo para sonhar antes de dormir, Lore! Isso é tão normal em mim que nunca encarei como um problema, muito pelo contrário, pra mim é terapia diária! E acho que pra você também! rsrsrsrs

Beijos!

Fabiana Farias disse...

Ai, ai! Mais uma vez encontro um pouco de mim em suas palavras. Também faço isso, sempre. Mas planejo também, muiiito. Uma pena que os meus sonhos nunca são realizados e os planos nem sempre concretizados. :/

bjs

Neotenia disse...

Antes de dormir minha cabeça parece um parque de diversões, não só pela imaginação, mas pelas luzes que não me deixam dormir. É com a cabeça no travesseiro (meu grande companheiro de idéias) que surgem a maioria das minhas inspirações.

Principalmente nos meus dias de mais ansiedade, quando preciso tomar uma decisão séria, quando tenho um evento importante, quando conquisto algo...

É meio louco mesmo... Brinco dizendo que tem um monte de fadinhas que ficam voando ao redor da minha cama me atormentando... Mas eu as amo, sem elas o que seria de mim?...

Abraços... AMEI o post!

Neotenia disse...

Ah... Resolvi lhe visitar porque sempre vejo seus comentários no blog da minha irmã, Carlinha (Senta que lá vem a história)... E vou visitá-la sempre... Se me der licença de "invadir seu território"...rs!

Um grande abraço...

p.s. Amélie Poulin é meu filme preferido...

Luana Diniz disse...

Hahaha
Que ótimo, não sou anormal. Qdo eu era adolescente, isso tudo era agravante. Não pq eu temia q nao fosse me libertar das minhas fantasias, qdo crescesse, mas pq eu temia q elas nao se realizassem.
Eu só me sentia viva, qdo fantasiava. Mas era o dia inteiro elaborando as histórias q eu queria ter um dia e, qdo ia dormir, eu organizava tudo. Me dava um sono danado, mas no dia seguinte eu continuava tudo e eram emoções e sensações diversas q eu tinha. Ora eu ficava triste, ora alegre como se as fantasias estivessem mais reais.

Hj, confesso q nao fantasio c a mesma expectativa de outrora. Planejo, c uma grande pitada de sonho.

Beijos, Lô!

Anônimo disse...

Menina línda, que blog mais sensível e inteligente,
que dom da escrita vc tem ,
vc tão novinha e já madura das idéias....
Vím a seu blog atraves de um comentario seu lá na Helena, e não ressistí,,,,caí aquí rs
Desculpa não bater a porta para entrar, pq a encontrei aberta, então fuí entrando na casa e já tomando cafezim,,,,rs
Se vc permitir venho mais vezes, pq gosteí do seu cantinho.
Beíjos nas bochechas rosadas.
mineira sua vizinha UAÍ...rs
ahhh e as historias do seus amiguinhos caninos me emocionou....

Éverton Vidal disse...

E eu pensava que era o único doido que tinha essa mania. Até porque nunca tive coragem de perguntar se alguém sonhava assim, acordado e antes de dormir também...

E você acabou se tornando numa das melhores escritores da minha vida. Te cito com muito orgulho.

Abraço. Inté.

Natália disse...

Lore, que máximo ver que você e mais um monte de gente tem essa mania que eu. E eu sempre pensei que fosse anormal por causa disso, tanto que eu nunca contei isso pra ninguém, por medo de parecer imatura ou até meio doida, sei lá.

Eu adoro fazer isso. Adoro! Eu até planejo quais vão ser as fantasias pré-sono da noite, tipo "Ahhh, hoje eu quero sonhar com o fulano", aí eu vou imaginando e talvez até calhe de eu continuar o sonho enquanto durmo.

Quando eu tô muito cansada e durmo direto sem tempo pra fantasiar um pouquinho eu fico bem chateada. É como se eu perdesse um diazinho no país das maravilhas.

Ótimo post!

Beijão, Lore
E conserve esse hábito, que é fantástico.

n!kKy... disse...

Nossa!! Nunca pensei que houvesse no mundo alguém que faz a mesmíssima coisa que eu!!
:D amei!!