domingo, 2 de agosto de 2009

Seis coisas que me fazem feliz

E hoje eu recebi um meme da Cris. Eu geralmente adoro responder memes porque gosto demais de pensar nas propostas e nas perguntas que eles fazem, de viajar dentro de mim atrás das respostas, de parar e pensar um pouco sobre o que eu sou, como eu sou, o que eu gosto... entendem? Não sei quantos gostam desse tipo de coisa, mas eu gosto. A proposta do meme de hoje, então, me deixou ansiosíssima (esse superlativo existe?) pra escrever minhas respostas, mas especialmente para pensar sobre elas. Sobre as seis (por que tão pouco?) coisas que mais me fazem feliz.

Eu me considero uma pessoa naturalmente feliz. Não sou dada ao mau-humor, raramente me irrito a ponto de perder a calma e a paciência e nunca tenho um olhar pessimista sobre nada, nunca. Posso ser melancólica, mas isso não me impede de ser otimista, de otmismo mais sereno e menos efusivo. Mas algumas coisas em especial são capazes de desperta um estado superior ao "feliz-feliz", esse do diariamente. Algumas coisas realmente me empolgam, me deixam com brilho no olhar e sorrindo feito besta, apenas por estarem na minha vida. E esse é meu estado "simplesmente feliz" de ser (como Sally Hawkins em Happy.Go.Lucky).

Tá bom, após esse monte de introdução ao assunto, vamos aos seis motivos da minha felicidade suprema:

* Família.


Clichê, eu sei. Minha família não é perfeita (e quando eu falo família, estendo aos avós, tios, primos e parentes distantes mais próximos). É tão cheia de altos e baixos que se nos deixamos levar ficamos exaustos só de observar, mesmo sem fazer parte dos problemas. Mas eu acho que é justamente essa a graça da coisa. Não gostaria de ter uma família perfeita. Gosto que ela seja grande e unida, mesmo quando isso se torna um inconvenitente, o que não é raro. Não é raro ter sua vida esmiuçada na mesa do jantar na Ceia de Natal, caso eles achem que você deu um motivo para isso. Mas também é nessas horas que você sabe que eles se importam realmente.
Eu adoro minha família barulhenta e indiscreta, gosto das piadas de todos os Natais, das brincadeiras, da rede de solidariedade digna de uma ONG de Direitos Humanos, das risadas e dos abraços depois de tanto tempo estando longe. Adoro ter pessoas que eu amo e que me amam na minha vida.

* Amigos


Sim, sim, eles também não podem ficar fora da lista. Eu digo que meus amigos são minha família do coração. E são mesmo. Durante a vida toda eu tive a sorte e o privilégio de conhecer pessoas únicas, que me presentearam com a sua convivência e amizade. Muitas delas já passaram, estamos e ficamos distantes e hoje não mantemos mais contatos. Mas não tenho mágoa nenhuma e nem ressentimento, e nem acho que fomos menos amigos porque hoje não o somos mais. Eu sei guardar cada momento especial com o carinho que ele merece. A vida não é obrigada a nos manter unidos e íntimos para sempre. Continuamos caminhando e encontrando novas pessoas importantes e fazendo amizades incríveis. E eu coleciono todas elas em um espaço especial do meu coração.

* Biologia


Quando eu digo que a Biologia é só uma das opções que me deixariam realizadas profissionalmente, eu não estou desmerecendo o lugar dela como geradora de felicidade na minha vida. O fato de eu ter escolhido justamente esse caminho já a deixa num patamar acima das outras opções. E por eu estar satisfeita com a minha escolha é que eu fico feliz.
Eu gosto de bichos desde que me entendo por gente. Já contei histórias aqui no blog sobre a minha relação com eles, em como sempre tive um contato forte com a natureza e como sempre me interessei por ela, de um modo geral. Quando eu era criança, animais faziam parte da minha vida de toda a forma, desde meu cachorro de estimação às formigas que eu usava como população dos meus castelos de areia e competidoras da minha piscina olímpica feita de lama e água. Por incrível que pareça, na maioria das minhas lembranças infantis existe um animal como figurante. De certa forma, lidar com eles era fácil pra mim, sempre foi. E estudá-los é minha paixão desde a sexta série e o livro de capa verde onde a gente lia "Os Seres Vivos".
Mas eu vou dizer uma coisa que talvez pareça um paradoxo: quanto mais eu estudo, menos satisfeita eu fico e nunca me sinto completa. Mas é fácil de entender. É só pensar que todo trabalho feito até hoje é uma migalha perto do tanto que ainda está por fazer.

(e é melhor parar por aqui, porque quando eu me empolgo não paro mais)

* Livros


Uma coisa que eu sempre disse, também desde que me entendo por gente: quando eu crescer, vou ter uma biblioteca. Um dos meus sonhos de infância, e minha imaginação flutuava só de me imaginar rodeada de livros um dia! Eu sou apaixonada por papel e palavra impressa. Gosto do cheiro e do barulho das páginas passando, das diferentes texturas de capas e, claro, de tudo de incrível que um livro pode conter. Sabe uma coisa que me deixa inexplicavelmente feliz? Andar devagarzinho pelos corredores de uma livraria, só respirando o cheiro de livro novo... Ao mesmo tempo, amo bibliotecas recheadas de livros antigos, acho até que a poeira dos livros é menos maléfica aos meus pulmões, porque aspiro a camada de pó com vontade, só pelo prazer de estar num lugar assim. Me encanto com livros antigos, edições raras e papel quase se desfazendo. Ando pelos corredores da biblioteca procurando os livros mais velhos, só pra poder sentir o "peso" deles em minhas mãos e pensar quem já leu aqueles mesmos volumes que eu seguro... Adoro sebos e livros que já tiveram vários donos, que contenham dedicatórias interessantes ou qualquer marca-páginas esquecido dentro deles. Nesses casos, a história que o livro contém é um detalhe; eu gosto mesmo de imaginar a história do livro em si!
Enfim, sou apaixonada por livros, mesmo os que eu nunca li. Comecei minha biblioteca e já tenho três prateleiras completas... É um começo.

* Música


É a minha única atividade diária totalmente previsível. Eu ouço música todos os dias. Algumas vezes eu sinto uma necessidade física, física mesmo e inexplicável, de música entrando pelos meus ouvidos. Algumas vezes é alguma música específica, algo que já comprovei pela prática ser eficaz no tratamento do mal momentâneo; outras vezes é apenas a presença do som, algo que me agrade e satisfaça a minha vontade. Mas eu sei que sem música a minha vida seria muito, mas muito mais triste! É algo que me satisfaz, me hipnotiza e altera meu estado de espírito rápido e facilmente; posso dizer que é um combustível para mim, com toda certeza!

* Cinema


Não é difícil perceber o quanto o cinema me influencia, basta dar uma olhada no meu blog. Assim como a música, ele está presente na minha vida diariamente. Posso não assistir a filmes diariamente, posso até ficar um bom tempo se ver filme nenhum, e ainda assim o cinema vai estar na minha vida todos os dias. Como? Nos livros que eu leio, nas músicas que eu ouço, nas minhas conversas com os amigos, nos blogs e comunidades do orkut que eu participo, até nos enfeites do meu quarto e, claro, na minha coleção de DVDs.
Não sei explicar porque gosto tanto de cinema. Nunca quis ser cineasta, apesar de achar interessante estar envolvida no meio e de gostar imensamente de conhecer os detalhes técnicos dos filmes. Nunca escrevi um roteiro, nunca filmei nada, não tenho talento nenhum pra isso, não consigo nem me imaginar juntando cenas e cenas e transformando aquilo em um enredo que faz sentido. Definitivamente, não é por essa identificação que sou apaixonada por filmes. Não sei que magia me prende, só sei que me rendo completamente à sétima arte. Um filme bem feito, um enredo bem estruturado e atuações perfeitas me emocionam. O filme nem precisa ser triste ou emocionante, eu me comovo com a grandiosidade do que está sendo feito diante dos meus olhos. Por isso muitas pessoas não entendem meu gosto para filmes. Não sou mesmo muito convencional, mas não tem problema que não entendam. O mais importante, pra mim, é o meu sentimento. E é através do cinema que eu mais exercito a minha capacidade de sentir
. Vai entender porquê!
----

Eu adorei responder a esse meme. Sei que o post ficou extenso, mas eu sempre me empolgo a falar das coisas que me deixam feliz, sempre! Não vou repassar a ninguém em especial, mas gostaria muito que meus amigos respondessem também. Adoraria saber o que faz vocês felizes. =)
E então?



9 comentários:

Leandro Fonseca disse...

gosto de tudo do que você gosta, menos família. Ótimo blog, até mais!

Kenia Cris disse...

Eu sabia que você gostaria de responder esse meme, e cá entre nós, eu também acho 6 um número tão pequeno perto da enorme quantidade de coisas que me fazem feliz.

Aqui, por exemplo, tirando biologia, tudo me faz feliz. Obrigada por responder, Lorena.

Beijo querida!

Du disse...

Lore, o post ficou comprido mas por mim podia ser maior ainda! É gostoso te ler, ainda mais sobre coisas que te fazem feliz e ainda por cima, com fotografias!

Bom, em relação a amigos, livros, música e cinema você já escreveu TUDO por mim, fiquei até chocada lendo sobre sua paixão por livros, livrarias e bibliotecas, sou idêntica! E preciso de uma estante beeeem maior pra colocar meus livros, não cabe mais nada ali e já tô improvisando! rsrsrs

Enfim, amei!

Beijos, boa semana pra você!

thais.sabara disse...

eie! gosto praticamente das mesmas cosias que vc disse, menos biologia! isso realmente nao eh a minha praia hauhauhauhauh! agora, livros e cinema, nossa, falou a minha lingua! gosto demais, acho que pelo mesmo motivo: eles trazem um distanciamento da vida, que é mt gostoso!
beijos
http://thais.defenestrando.net

Líviarbítrio. disse...

Muuito legal este meme.
Acho que todos gostamos de tudo que você gosta, com exceção talvez da Biologia hehe ;)


Vou responder esse meme, também x)

Beijão.

Tarcísio Buenas. disse...

amigos, livros, música, cerveja ou vinho, e alguns familiares.

é isso.

bj

Éverton Vidal disse...

Família, amigos, livros, música, cinemas sao pontos comuns né? Eu amo medicina, mais especificamente tudo relacionado a neuro. Acrescentaria tantas coisas rs, realmente seis é pouco.

Grande beijo.
Inté!

Carlinha Abreu disse...

Eu trocaria biologia por filosofia, não só pq sou da filosofia e realmente amoooo muito isso, mas principlamente pq, apesar de achar a natureza linda e mágica, sempre fui péssima em biologia. Eu estudava e tirava notas boas só pra me livrar!
Vou roubar, certo?

beijos :***

Su disse...

Adooorei o seu jeitinho de responder o meme!!^^
Bom, família, música, amigos, livros, praia e tantas outras coisas me deixam de bem com a vida e completamente feliz!! Voltar ao seu blog e te ler um pouquinho é uma das coisas que tbm me deixa feliz!!
Sauudades de vir aqui, e mto obrigada pelos selinhos ali em baixo, tá??!!

Beijos no seu lindo coração!!